Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Nossos projetos

Programa de Eficiência Energética da Coelba. (referência: Relatório de Sustentabilidade 2012).
 
A Coelba investiu R$ 26,5 milhões em seu programa de Eficiência Energética em 2012. A legislação do setor elétrico brasileiro prevê que 0,5% da receita operacional líquida das distribuidoras seja destinado, anualmente, a iniciativas com essa finalidade. A empresa tem alcançado resultados significativos nas ações, que se direcionam aos segmentos residencial (especialmente os de baixa renda), comercial e poder público. No ano, os projetos patrocinados pela Coelba resultaram em economia de energia de 29,8 mil MWh e redução na demanda de ponta de 3,1 mil MWh. O pioneirismo é outra característica que acompanha as iniciativas.
 
VisualizarEstádio de Pituaçu Em 2012, a Bahia passou a contar com o primeiro estádio da América Latina a ser suprido por energia solar, com a conclusão das modificações no Estádio Governador Roberto Santos – mais conhecido como Estádio Metropolitano de Pituaçu, em Salvador. O sistema foi instalado na cobertura do prédio e demandou investimento de R$ 5,5 milhões – dos quais R$ 3,8 milhões feitos pela Coelba e R$ 1,7 milhão pelo governo baiano. Desde que começou a operar, em abril de 2012, até o mês de janeiro de 2013, o sistema proporcionou a geração de 490 MWh de energia, o que equivale ao consumo médio anual de 1.088 residências baianas.
 
A maior parte do insumo, 298 MWh, foi usada pelo próprio estádio, que passou a ser autossuficiente em energia. O excedente, de 192 MWh, abateu o consumo da sede da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB) – que obteve economia equivalente a R$ 30,5 mil no período.

A conta média de energia do estádio caiu de cerca de R$ 13 mil reais por mês para R$ 79,40, equivalente a 100 kWh, o que significará economia anual de R$ 155 mil para o poder público. Esse é o valor mínimo cobrado para clientes trifásicos, estabelecido pela Aneel, acrescido da taxa de iluminação pública. A iniciativa foi apoiada pelo governo da Bahia e contou com a parceria do Grupo Neoenergia, da agência alemã de Cooperação GTZ, do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas da América Latina (Ideal) e da Universidade Federal de Santa Catarina.

A companhia promoveu também a substituição de todos os projetores do estádio por equipamentos com design mais apropriado e com ótica de precisão e alta tecnologia. Com investimento de R$ 893 mil, a iniciativa introduziu 112 equipamentos de vapor metálico 2 mil watts, que oferecem maior luminosidade e são mais eficientes do que os 192 anteriormente instalados.
A Coelba deu ainda continuidade a outras ações:
 
Projeto Energia Verde – Direcionado a clientes residenciais com consumo superior a 100 quilowatts/hora por mês. Os clientes receberam bônus da distribuidora – que podiam chegar a R$ 500,00 – para a troca de eletrodomésticos antigos e ineficientes por aparelhos novos, com o selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). Os participantes entregaram as peças antigas e realizaram uma doação para projetos de reflorestamento da Mata Atlântica, de maneira que compensam parte das emissões de CO2 ocasionadas pelo próprio consumo de eletricidade. O valor da doação varia de acordo com a faixa de consumo, podendo ser parcelada em até 12 vezes na conta de luz. Os aparelhos antigos são direcionados a empresas recicladoras parceiras da Coelba.

Ao longo dos quatro anos em que está vigente, o Energia Verde já substituiu 13.348 equipamentos, com bonificações no valor de aproximadamente R$ 6,5 milhões. As doações para plantio chegaram a cerca de R$ 1 milhão, com 77.078 mil mudas plantadas e 69 hectares reflorestados – trabalho sob responsabilidade do Instituto BioAtlântica (Ibio) e do Instituto de Pesquisa Ecológicas (Ipê).
 
VisualizarNova Geladeira – Clientes de baixa renda beneficiados com a Tarifa Social (1,9 milhão na Coelba) em todo o Estado da Bahia são o público-alvo do programa que, só em 2012, trocou, sem qualquer custo para o cliente, 12.308 geladeiras antigas com alto consumo energético por novas, econômicas, ocasionando uma economia energética de 6.816,17 MWh/ano. Desde o início da ação, em 2005, os refrigeradores trocados já são 117,3 mil. A medida contribui para a redução do preço da conta dos beneficiados, auxiliando para que tenham capacidade de pagamento da fatura. Juntamente com a entrega de geladeiras, é desenvolvido um programa educativo para instruir em relação ao uso de eletricidade de modo adequado e eficiente. A Coelba também garante a gestão do refrigerador descartado, o que inclui a retirada do gás CFC-R12 (0,14 tonelada, aproximadamente, em 2012) para ser regenerado. Os recursos obtidos com a venda da sucata (R$ 291.088,25 em 2012) são destinados a projetos de emprego e renda em comunidades populares.
 
Projeto Doação Residencial – Promove a troca de refrigeradores ineficientes e a doação de lâmpadas eficientes para os clientes moradores de comunidades de baixo poder aquisitivo dos municípios de Salvador e Lauro de Freitas, não beneficiados pela tarifa social de energia. A iniciativa divulga ainda o uso racional de energia. A Coelba estima em 464 mil os clientes potenciais da ação, que em 2012 atendeu a 2.132 deles e proporcionou 1.180,70 MWh/ano de economia energética. A operação se dá da mesma forma que no programa Nova Geladeira.
 
Nova Geladeria - Venda – A Coelba subsidia refrigeradores para que clientes residenciais com baixo poder aquisitivo possam substituir os equipamentos velhos por novos. Para usufruir a vantagem, o cliente precisa ir à Prefeitura para saber se atende aos critérios e se inscrever no CadÚnico, e assim ter direito à tarifa social de energia elétrica. Também é necessário apresentar contas de luz em que a média dos três maiores consumos de eletricidade dos 12 meses anteriores esteja acima de 80 kWh/mês. Em 2012, a ação desenvolveu-se só em Salvador e os valores estipulados para as geladeiras foram de R$ 120,00 a R$ 160,00, de acordo com o modelo escolhido (uma porta ou duplex), com a possibilidade de pagamento em até 10 vezes sem juros – os preços reais dos equipamentos são R$ 690,00 e R$ 790,00, respectivamente. Os eletrodomésticos podiam ser comprados em uma das principais redes varejistas do Nordeste brasileiro. Foram colocados à disposição 1,5 mil refrigeradores, sendo vendidos 1.058.
 
Programas Habitacionais – No ano, houve a renovação do acordo de cooperação com o governo estadual para introdução de ações de eficiência energética em favor de clientes que integram os programas habitacionais desenvolvidos pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). Isso inclui a substituição de geladeiras velhas, em mau estado de conservação, por refrigeradores eficientes com selo Procel e a doação de lâmpadas fluorescentes compactas.
 
Projeto Agente Coelba — Profissionais treinados pela empresa, moradores das próprias comunidades, visitam clientes em bairros populares na Região Metropolitana da Salvador e em Lauro de Freitas e Simões Filho para disseminar a tarifa social, informar sobre projetos direcionados a esse público, como o Nova Geladeira, e uso seguro e racional da energia, além de prestar serviços que incluem a negociação de débitos.